Alimentos que evitamos e que não fazem tão mal assim

Muitas vezes, em busca de um corpo perfeito e uma saúde de ferro, recusamos alguns alimentos deliciosos.

Acontece que muitos médicos afirmam que muitos alimentos que pensávamos que faziam mal, não são tão prejudiciais assim. Afinal, você já deve ter notado que as pesquisas vão e vêm e o vilão de hoje é o super alimento de amanhã.

Hoje, trazemos os resultados de algumas pesquisas recentes com uma lista de 9 alimentos que são bons para a saúde, sempre e quando consumidos com moderação.

Batata frita

Antigamente, os dietólogos acrescentaram esse prato à lista dos alimentos que fazem mal ao corpo e à saúde. Não obstante, o tempo mostrou que não acontece nada de mau ao comer porções pequenas de batata frita. Elas contêm iodo, vitamina B, fósforo, um pouco de ácido ascórbico e fólico e melhoram a digestão e fortalecem a imunidade.

 

Chocolate

Não acredite em tudo que você ouve. O chocolate não faz mal para a pele. Na realidade, o chocolate contém polifenóis que melhoram a circulação do sangue e mantêm a pele em bom estado — isso vale principalmente para o meio amargo, que contém uma maior porcentagem de cacau. Além disso, o chocolate dá energia. Ou seja, pode substituir um café por uma barrinha de chocolate.

Maionese

Muitos médicos aconselham os seus pacientes a comer salada com maionese de duas a três vezes por semana. Até pouco tempo atrás isso era impensável. O que acontece é que todos os óleos vegetais da maionese ajudam a prevenir doenças cardíacas. Além disso, as vitaminas dos grupos E e F melhoram o metabolismo. Mas é importante lembrar que, para ter 100% de certeza de que a maionese não te fará mal, é melhor prepará-la em casa.

Cerveja

A cerveja tem uma quantidade enorme de ácidos saudáveis. O ácido cítrico previne a formação de pedras nos rins. Os ácidos ascórbico e fólico fortalecem o sistema imunológico. É por isso que muitos médicos aconselham as pessoas a beber um pouco de cerveja por semana. O importante é fazê-lo com moderação.

Macarrão

O macarrão contém amido, vitaminas do grupo B e antioxidantes que desaceleram o envelhecimento das células.

Fonte: https://incrivel.club/