Sorvete, saiba como surgiu essa deliciosa sobremesa!

O sorvete surgiu na China, há mais ou menos 4.000 anos, quando uma sobremesa à base de leite e arroz foi congelada na neve.

A delícia ganhou fama e se espalhou rápido, mas apenas entre os nobres, pois leite era uma mercadoria cara naquela época. Além disso, era preciso conservar a neve até o verão, usando câmaras frigoríficas subterrâneas (lembrem-se que ainda não existia geladeira naqueles tempos!).

Em 1271, o veneziano Marco Polo viajou para a China e encontrou uma grande variedade de cremes congelados de frutas. Essas receitas foram com ele para a Itália e ficaram por lá até meados do século 16, quando Buontalenti, um cozinheiro da Rainha Catarina de Médici, introduziu a sobremesa na corte francesa. Em 1670, o siciliano Francisco Procópio abriu em Paris um café que vendia sorvetes: nascia ali a primeira sorveteria da história. O sucesso foi tão grande que, seis anos depois, havia mais de 250 fabricantes de sorvete na capital francesa!

Em 1770, o italiano Giovanni Bosio levou o sorvete para os Estados Unidos e conquistou o paladar dos norte-americanos. Foi nesse país que, no final do século 19, surgiu o sundae, a banana split e o ice cream soda, que fazem sucesso até hoje e são ícones da cultura do país. Em 1904 surgiu o sorvete de casquinha. E no ano seguinte, na Itália, surgiu o picolé, inventado sem querer por um menino de 11 anos que esqueceu no quintal um copo de refresco com uma colher dentro durante uma noite de inverno!

Aqui no Brasil, os cariocas foram os primeiros a experimentar a delícia gelada. Como aqui não tinha neve, foram importadas 217 toneladas de gelo, conservadas envoltas em serragem e enterradas em grandes covas, durando por 4 a 5 meses. Como não dava para conservar o sorvete gelado, as sorveterias anunciavam a hora certa de tomá-lo.

Depois, quando surgiu a geladeira e o freezer, o sorvete se espalhou pelo planeta e virou um sucesso mundial.

 

 

 

Fonte: copaguinho.com.br