Sobre manchas de vinho nos dentes

Para quem vive em meio a constantes degustações de vinho, ver um sorriso ou outro arroxeado não é novidade. As possíveis manchas de vinho nos dentes já não são mais segredo.

O que ocorre devido a pigmentos de coloração existentes na bebida. Por isso, quanto mais escuro for o vinho, maior será a sua capacidade de manchar os dentes.

Mas, calma! Esse fato não precisa ser motivo de preocupação excessiva. Para que as possíveis manchas não se tornem um problema, nada como seguir dicas preciosas de quem entende do assunto.

Conversamos com o apreciador de vinhos e dentista, Bruno Machado, e ele nos fez recomendações preciosas. Olha só!

Dicas para evitar manchas de vinho nos dentes

– Não é preciso escovar os dentes imediatamente após a ingestão do vinho. Se você escovar os dentes três vezes por dia, a cada oito horas, pode beber, comer e ficar com o gosto do vinho na boca tranquilamente, pelo tempo que quiser.

– O que aumenta a suscetibilidade do dente às é quando ele apresenta-se sujo ou com superfície rugosa (placas, tártaro, desmineralizações ou cáries). Mas se a superfície está lisa e limpa, a chance de manchar é menor.

– Vá ao dentista a cada seis meses e faça uma raspagem dos dentes. o que evita que as manchas fiquem intensas e mais difíceis de serem removidas futuramente.

Seguindo essas orientações, certamente você será um grande apreciador de vinhos e com dentes brancos!

Fonte: Sommelierwine.com.br | Foto: Divulgação.