Razões para beber mais vinho

Temos muitas razões!

1. Vinho não faz crescer barriga

Aquela sua gestação eterna que só faz a barriga ficar maior com o tempo poderia não existir se tivesse adotado o vinho como uma fonte alternativa de boemia nos fins de semana. A famosa barriguinha de chopp é um mal que aflige o homem brasileiro e decepciona suas mulheres há décadas (algumas, ao menos). Para os que dizem que é charme, vocês sabem que isso não passa de uma desculpa esfarrapada.

Pelo contrário, o vinho ajuda a emagrecer, segundo estudos recentes conduzidos pela Universidade de Navarro, na Espanha.

A pesquisa sugere que a ingestão moderada e regular de álcool contribui para perda de medidas e protege contra a obesidade. O estudo cita o vinho, em particular, como a melhor opção. A razão é simples: o ganho de peso pelo álcool tem mais a ver com o estilo de vida dos beberrões do que com a bebida em si. O consumo de cerveja geralmente vem acompanhado de comidas gordurosas e calóricas, sem contar que dificilmente se limita a um copo apenas. Afinal, não vamos desperdiçar a latinha, né?

É mais fácil, porém, manter o equilíbrio incluindo o vinho na sua dieta de maneira controlada.

2. Vinho te faz rir mais cedo

Enquanto as latinhas de cerveja apresentam em média 4,8% de teor alcoólico, a garrafa de vinho padrão, de 750ml, tem 13%. Se for Vinho do Porto, tradicionalmente mais forte, este percentual pode chegar a 20%. Então, qual dessas duas bebidas você acha que fará todo mundo se soltar mais rápido?

Antecipe a sua diversão e veja seus amigos ficarem alegres mais rápido do que nunca. É nessa hora que as pessoas soltam aquela pérola ou fazem algo que ficará para sempre registrado na memória do grupo (ou no YouTube) e será recontado em muitas festas futuras. Qualquer coisa que facilite isso é bem-vindo, na minha opinião, pois é quando todo mundo se solta que a diversão começa.

5. Vinho é saudável, simples assim

Nem todas as razões desta lista precisam ser voltadas para a sua fanfarronice, não é? Vou poupá-los das explicações científicas detalhadas, mas o vinho, se degustado moderadamente e diariamente, traz uma série de benefícios para a saúde e qualidade de vida.

Uma das características mais interessantes e atraentes do vinho, em particular o tinto, é a presença do resveratrol, uma substância antioxidante que ajuda na defesa dos vasos sanguíneos, reduz o risco de certos tipos de câncer, degeneração macular e diabetes. A maior fonte do resveratrol é a casca da uva, razão pela qual o vinho tinto está ligado a inúmeros benefícios – já que, ao contrário do vinho branco, a casca também é utilizada na produção. O resveratrol ainda afina as moléculas do sangue, prevenindo entupimento dos vasos, e diminui o nível de LDL no organismo, o chamado “Colesterol Ruim”.

Não proponho que ninguém substitua totalmente a cerveja pelo vinho. Não tenho tal pretensão e muito menos acho necessário, mas acredito que quem estiver disposto a dar-lhe uma chance pode se surpreender com o resultado.

Então, na próxima vez que quiser reunir os amigos ou estiver com aquela mocinha especial, faça algo diferente. Compre uma ou duas garrafas de vinho (que não necessariamente precisa ser caro), e observe o efeito. Brincadeiras à parte, garanto que a experiência será diferente e agradável.

 

Fonte: Papodehomem.com.br