O sabor dos Vinhos

O sabor dos Vinhos: Quanto ao preço, nem todos os vinhos que são baratos são ruins. Marcas que fazem vinhos famosos de qualidade também produzem vinhos mais simples e de baixo custo, com processo mais rápido de fabricação e menos tempo de envelhecimento.

Quanto ao sabor:

Vinho Seco

Usa uvas mais nobres, as chamadas viníferas, próprias para a produção de vinho. Tem um gosto mais forte e contém pouco açúcar. É o favorito dos especialistas em vinhos, porque deixam mais em evidência os aromas e os sabores. Conhecido como vinho fino, combina com carnes, queijos, pizza e petiscos.

Vinho Suave 

Usa uvas de qualidade inferior, tipo a Isabel e a Concord, mais indicadas para geleias e sucos, e tem açúcar na composição. É o chamado “vinho de mesa”, mais doce do que os outros, mais barato e encontrado com mais facilidade. Combina com pratos leves, petiscos e sobremesas.

Vinho Doce

É diferente do suave porque não tem adição de açúcar e utiliza uvas nobres. O açúcar presente vem da própria uva, retido com métodos especiais, como a interrupção brusca do processo de fermentação, geralmente de frutas de colheita tardia, mais maduras, portanto, mais doces. Combina com doces, frutas e sobremesas.

Vinho Fortificado 

Conhecido como “vinho do Porto”, é aquele que depois de pronto, recebe álcool vínico, ou alguma bebida destilada, como o conhaque, por isso fica mais doce e alcoólico. É feito para durar mais, já o álcool funciona como um conservante natural. Combina com sobremesas à base de chocolate meio amargo, frutas secas, bolo e sorvetes.

Fonte: www.vix.com