Pudim, o rei das sobremesas

Cremoso, saboroso e cheio de encanto, o pudim de leite condensado é a sobremesa queridinha de 9 entre 10 brasileiros. Talvez por isso o delicioso doce seja o ponto final de quase todos os almoços de domingo, além de ser o motivo de muitos ataques noturnos à geladeira.

Apesar de ser conhecido e apreciado nos quatro cantos do Brasil, o pudim é, na verdade, português. Sua receita atual deriva de uma versão um tanto estranha, que levava gemas de ovos, água, açúcar e toucinho de porco, inventada pelo abade português Manuel Joaquim Machado Rebelo, da paróquia de Priscos. Apesar da combinação exótica, o então chamado Pudim de Priscos era uma sensação da culinária portuguesa, ganhando versões variadas em todo o mundo.

Pode se dizer que uma dessas versões, o saboroso pudim de leite, chegou ao Brasil na época da colonização e era produzido com leite gordo, ovos, açúcar, farinha de amêndoas e muito trabalho. Na verdade, a receita era demorada e cheia de etapas complicadas, já que o leite deveria ser fervido por horas, em fogo baixo e mexido constantemente, para só então receber os ovos (muitos!) e o açúcar. A receita então deveria continuar cozinhando por mais algum tempo, até engrossar ligeiramente, antes de ser despejada em uma forma com açúcar caramelizado e assar em banho-maria. O problema era que o leite desandava, o pudim endurecia demais e a farinha não misturava direito. E então estava instalado o caos.

Somente no século XIX, com a chegada das latas de leite condensado ao Brasil, importadas da Suíça, é que a história do pudim parou de desandar. O ingrediente foi então adicionado à receita (essa sim, obra brasileira) e a sobremesa ganhou o sabor e a praticidade dos dias atuais. Santa latinha!

Verdade seja dita, o pudim de leite condensado é uma unanimidade. Impossível investir na receita para dar um toque doce a uma refeição e observar seus convidados virarem o nariz. Ao contrário, o difícil é conseguir repetir a sobremesa, que é devorada até o fim em um piscar de olhos.

Mesmo sendo um campeão de sabor, o pudim de leite condensado é uma receita exclusiva do povo. No universo gastronômico, a receita leva somente leite, muitos ovos e açúcar, além de demorar mais para ficar pronta e esfriar. Mas, a verdade é que o leite condensado é responsável não só pelo sabor incrível, mas também pela textura untuosa e cremosa do pudim. Quando feito somente com ovos, açúcar e leite, apesar de ganhar em leveza e suavidade, perde em textura e sabor. Perde também o nome, já que, se feita com esses ingredientes, é normalmente chamada de flã ou creme caramelo, que são considerados “parentes bem próximos” do nosso amado pudim.

Seja como for, o pudim é uma sensação tão grande que vive ganhando variações, tão ou mais incríveis do que a receita tradicional (para alguns). Exemplo disso são os também deliciosos pudim de pão, de chocolate e de doce de leite.

Fonte: amo.kitchenaid.com.br