Por que alguns vinhos apresentam borra?

Você já deve ter se deparado com uma “sujeira” na garrafa de vinho ou na taça e ficado curioso a respeito, certo? Nada de desespero, são apenas sedimentos ou borras naturais presentes, principalmente, nos tintos. Não há com o que se preocupar, não é defeito, não modificam o sabor e nem fazem mal à saúde, apenas deixam uma sensação desagradável na boca. Além disso, podem indicar um processo de vinificação cuidadoso e mais artesanal.

As borras se formam na fermentação do mosto (suco) da uva, que é quando o açúcar é transformado em álcool pelas leveduras, e desse processo sobram resíduos como as próprias leveduras, qualquer depósito material insolúvel e outros depósitos sedimentares formados no tanque. Antes dos vinhos serem comercializados, a maioria das vinícolas separam esses sólidos, seja por gravidade ou através de filtros, para que o líquido fique límpido e transparente para o consumo.

Em grandes vinhos, como os Portos Vintage, ou os chamados “vinhos de autor”, alguns enólogos optam por não filtrá-los, apenas limpá-los por gravidade ou clarificação, em um processo mais natural, fazendo com que as borras engarrafadas, agreguem mais complexidade de aroma e sabor à bebida.

Também é comum que esse depósito apareça em vinhos de guarda, envelhecidos em garrafa por alguns anos. Com o passar do tempo, os taninos, cristais e pigmentos se aglomeram e se desprendem, formando uma fina areia.

Além disso, muitas vezes aparecem borras em vinhos jovens e filtrados, o que não é esperado. Isso ocorre porque, quando submetidos a baixas temperaturas como na geladeira, por exemplo, pequenos cristais de bitartarato de potássio (sal solúvel, proveniente da fermentação do vinho) precipitam, deixando o líquido turvo.

Um grande parceiro para a hora de desfrutar todos os sabores que o vinho pode proporcionar é o decanter. Deixe a garrafa em pé de um dia para o outro para que as borras se depositem ao fundo; na hora de servir, abra o vinho e transfira o líquido, lentamente para um decanter, deixando-o limpo e pronto para beber!

Fonte: Sommelierwine.com.br | Foto: Divulgação.