Pinhão e vinho: harmonizações possíveis

Pinhão e vinho: harmonizações possíveis

Em tempo de Festas Juninas, um dos elementos característicos que fazem parte das festas e pratos típicos é o Pinhão.
E o que vem a ser o Pinhão? O pinhão se forma dentro de uma pinha, fechada, que com o tempo vai-se abrindo até liberar o pinhão, que mede entre cinco e oito centímetros, e tem a forma de uma cunha cuja casca recobre a massa compacta e altamente proteica da semente propriamente dita.

Por seu gosto característico, o pinhão é muito apreciado no sul do Brasil, (estados do Paraná, que tem a maior área de araucárias, Santa Catarina e Rio Grande do Sul) e também em alguns estados da região sudeste, como São Paulo e Minas Gerais, onde há registros de algumas araucárias.

No Paraná, cujo pinhão é símbolo do estado, são feitos os doces de pinhão, frango ensopado com pinhão, sopa de pinhão, cordeiro ao molho de pinhão e outras iguarias paranaenses. O pinhão é também apreciado como aperitivo e em várias sobremesas.

E pensando em harmonizar vinhos com os pratos que levam Pinhão, como em todas as harmonizações, vai depender da sua maneira de cocção, se esta receita é doce ou salgada, enfim são vários fatores e elementos a serem considerados.

Para as versões doces que utilizam o Pinhão como ingrediente principal, pense em vinhos “doces” que correspondam a doçura do prato. No caso da receita de Muffins de Pinhão, o que sugerimos é um vinho branco, que tem uma doçura leve, como a dos muffins ou do bolo. Logo as sobremesas mais doces, sugerimos o branco mais encorpado, que tenha um residual de açúcar maior, acompanhando assim os pratos, como o bom bocado e ou pudim.

Para os pratos salgados, podemos variar entre os vinhos tintos leves e médio corpo, dependendo do prato que o Pinhão esteja inserido. No caso do Pinhão à Provençal, a sugestão fica com um vinho que não tenha estágio em barrica, e apresente uma boa acidez. Preferindo um vinho do novo mundo, a sugestão fica com as opções de vinho com a uvas Pinot Noir, Malbec ou Shiraz. Para as demais receitas rápidas aqui apresentadas a sugestão fica com os vinhos varietais sem estágio ou com mínimo de barrica.

Com o seu “Arraiá montado“, prepare as receitas e faça a sua harmonização, depois nos conte como foi!!

Fonte: https://eiquinha.wordpress.com/