Pierogi, símbolo da culinária polonesa

Massa em formato de meia-lua tem como recheio mais tradicional batata com uma espécie de ricota. Prato teria nascido na China e sido levado à Europa por Marco Polo.

Semelhante aos raviolli italianos, os pierogi podem ter uma infinidade de recheios, como carne de porco, cebolas, queijo, batatas, cogumelos e repolho. O mais tradicional é o de batata com twaróg – queijo fresco polonês, semelhante à ricota.

Os pierogi são servidos sem molho, geralmente cobertos de cebola refogada ou bacon. Também existem versões de recheios doces, como cereja ou morango, mas essas ficaram para a minha próxima viagem.

Considerados o prato nacional da Polônia, acredita-se que os pierogi sejam preparados no país desde o século 13. Romenos, russos, lituanos, ucranianos e eslovacos também reivindicam a origem do prato.

Alguns sugerem que ele nasceu na China, de onde foi levado para a Itália por Marco Polo. Outros dizem que os tártaros trouxeram a receita do antigo Império Russo.

A única certeza que se tem é que a palavra pierogi apareceu pela primeira vez na literatura e em livros de culinária poloneses na segunda metade do século 17.

Fonte: https://www.terra.com.br