O que são vinhos biodinâmicos?

Você já ouviu falar em vinho biodinâmico? É muito comum confundir viticultura orgânica e biodinâmica. Entenda o que é este tipo de vinho e de que forma o tipo de cultivo influencia no vinho que degustamos.

Antes de tudo, um vinho é considerado biodinâmico se, e apenas se, o produtor praticar a agricultura biodinâmica em seus vinhedos. Portanto, a pergunta certa seria: o que faz um vinhedo ser biodinâmico?

Biodinâmicos são os vinhedos cultivados de acordo com as regras da Antroposofia. O conceito por trás dessa forma de agricultura baseia-se nas relações harmoniosas entre todos os elementos que compõem o vinhedo, ou seja, o equilíbrio entre o solo, as plantas, os animais, o ser humano e os cosmos (representados pela luz e calor e pelas as estações do ano, aspectos que atuam diretamente no ciclo de vida do terroir).

A busca por esse equilíbrio confronta diretamente com o uso de pesticidas e fertilizantes industriais. A terra, diferente do que muitos pensam, é um sistema vivo e muito complexo, com suas próprias teias de seres vivos e cadeias alimentares. Ela é capaz de nutrir as plantas que crescem dela e, consequentemente, gerar frutos saudáveis, se for manejada corretamente.

O objetivo é assegurar a saúde do vinhedo e, consequentemente, do ser humano, o que só é possível na busca de uma terra saudável, com vida, fertilizada naturalmente pelos seus próprios ciclos internos e pela sua biomassa.

Entenda qual é a diferença entre o vinho orgânico e o biodinâmico

Lendo a primeira parte da nossa matéria pode parecer que o conceito de biodinamismo é muito semelhante ao da agricultura orgânica. Afinal, qual a diferença entre esses dois conceitos?

Os vinhos orgânicos são aqueles que vetam a utilização de produtos industriais, como agrotóxicos, conservantes e fertilizantes, tanto no controle no vinhedo, ou seja, na viticultura, quanto na produção do vinho, ou seja, na vinicultura.

Já o biodinamismo exige, além das práticas orgânicas, o manejo do vinhedo como um ecossistema. Ele é alimentado com compostos vegetais, animais e minerais, e bichos de todos os tipos e espécies nativas são convidados a passear entre as videiras, fertilizando o solo e podando naturalmente as plantas. Além disso, são estudados com afinco as fases da lua e os ciclos da natureza, para manter o maior respeito possível aos equilíbrios naturais do campo.

Fonte: https://blog.grandcru.com.br/