O que fazer com o vinho que sobrou

Muitas vezes não conseguimos beber toda a garrafa de vinho. Aprenda receitas e soluções práticas para o que sobrou do vinho.

Há várias situações em que acabamos não consumindo uma garrafa de vinho inteira. No dia a dia, depois de um jantar, por exemplo, é comum que sobre um pouco de vinho, e às vezes nos pegamos com algumas garrafas com sobras na geladeira.

Uma vez aberto, o vinho entra em contato com o oxigênio, começando o processo de oxidação e, se não consumido rapidamente, perdem-se suas qualidades aromáticas e de sabor. O que primeiro pensamos em fazer é despejar tudo no ralo da pia.

Mas com um pouco de criatividade, esse líquido tão precioso para nós apreciadores, pode ter destinos muito mais interessantes. Vejamos alguns:

Temperar e cozinhar

Várias receitas pedem uma porção de vinho, seja para uma marinada, seja como parte de um molho.  Há o clássico “molho de redução de vinho”, que é ótimo com carnes ou legumes, e ainda, a deliciosa “calda de vinho”, para acompanhar sobremesas.

Vinagre caseiro

Ao contrário do que pensam alguns, um vinho não avinagra de um dia para o outro. Esse processo pode levar meses, pois só começa a acontecer quando o líquido entra em contato com a “bactéria acética”. Para darmos uma ajudinha, um pouco de vinagre misturado às sobras de vinho pode acelerar o processo.

Gelo de vinho

Muito útil quando você não sabe o que quer fazer com a sobra. Congelado ele se preserva por mais tempo, e pode ser usado em futuras receitas ou até mesmo em drinques. Basta preencher formas de gelo com o vinho e congelar.

Sangria

No calor do verão brasileiro, este refresco tão antigo pode ser um destino delicioso para aquele resto de vinho que você estava guardando.

 

Fonte: Sommelierwine.com.br | Foto: Divulgação.