Nova diretoria do Caminho do Vinho adianta mudanças na Festa do Vinho de 2015

Em março, a Associação do Caminho do Vinho – ACAVIM, que é composta pelos proprietários dos estabelecimentos que fazem parte do roteiro de turismo Caminho do Vinho, promoveu a eleição da nova diretoria da entidade. Agora, a empresária Bernadete Scrobote, proprietária da Cantina Della Mamma – vinícola e produtos artesanais, está à frente da associação e, em entrevista, fala sobre o futuro da entidade para os próximos dois anos, período do mandato da presidência da ACAVIM.

 

Quais as principais metas para esses dois anos de presidência?

Bernadete: Minha primeira meta para a associação é unir os associados, fazer todos trabalharem com um único objetivo e foco, que é manter e preservar a cultura italiana, pensando no bem comum. Para isso, precisamos trabalhar em parceria com todos os empreendimentos. Também está em minhas metas desenvolver junto a Secretaria de turismo e a Emater projetos e parcerias, visando desenvolver o turismo e o crescimento da região, assim como realizar um trabalho com os outros roteiros do município. Mas minha principal meta é expor aos associados à necessidade do trabalho em grupo, pois quem trabalha unido consegue atingir maiores objetivos e também melhores resultados. Criar comissões dentro da associação para que cada setor tenha um representante, por exemplo, o vinho, todos os produtores de vinho fazer parte do grupo de vinhos e um membro que vai representá-los, e assim para os demais segmentos de empreendimentos.

 

Quais serão os principais desafios dessa gestão?

Bernadete: Acho que meu maior objetivo é tornar os associados mais participativos, mais ativos em relação às questões da associação. Concretizar o entendimento dos associados em relação as ações da ACAVIM, o porquê que é importante ser um associado, quais os benefícios que se tem ao ser sócio.

 

Sobre a Festa do Vinho, que este ano chega a sua 13ª edição: quais as novidades?

Bernadete: Sobre a festa do vinho ainda há algumas coisas a serem definidas, mas já posso afirmar que, neste ano, a data da festa, que sempre ocorria no dia dos pais, será alterada, mas ainda assim permanecerá no mês de agosto. Fora isso, a festa permanece com suas tipicidades, com a perpetuação da tradição, as barracas decoradas, os folclores, os shows italianos, aquele habito de fortalecer a tradição italiana.

 

Este ano o Grupo Folclórico Cuore D’Italia comemora 15 anos. Haverá festividades por conta da data?

Bernadete: As festividades ficam a cargo da comissão do folclore, mas claro que a ACAVIM dará apoio aos eventos realizados. Já está definido o jantar em comemoração aos 15 anos, que ocorrerá no dia 30 de maio no salão da Capela da Colônia Mergulhão.

 

O folclore a tradição italiana serão reforçados nesse mandato?

Bernadete: Não só o grupo folclórico, como o Coral Italiano Belvedere também, é de suma importância manter o cultivar as tradições italianas, desde a culinária, o vinho, as danças, as músicas, tudo é essencial. Pois como diz o poeta Leandro Flores, “um povo sem arte e sem cultura é um povo que não existe”.

 

Foto: Divulgação.