Listamos algumas razões para beber mais vinho

Listamos algumas razões para beber mais vinho

Sim, o vinho pode substituir a tradicional cerveja. Você só precisa entender os benefícios que a bebida pode proporcionar.

Como a cultura do vinho ainda não está tão disseminada no Brasil quanto a da cerveja, muita gente ainda não conhece as vantagens da socialização com o vinho. Mas não se preocupe, é para isso que este texto está aqui. Ao final dele, eu acredito que você ficará no mínimo curioso para fazer um teste.

Vinho não faz crescer barriga

Aquela sua gestação eterna que só faz a barriga ficar maior com o tempo poderia não existir se tivesse adotado o vinho como uma fonte alternativa de boemia nos fins de semana. A famosa barriguinha de chopp é um mal que aflige o homem brasileiro e decepciona suas mulheres há décadas. Para os que dizem que é charme, vocês sabem que isso não passa de uma desculpa esfarrapada.

Pelo contrário, o vinho ajuda a emagrecer, segundo estudos recentes conduzidos pela Universidade de Navarro, na Espanha.

A pesquisa sugere que a ingestão moderada e regular de álcool contribui para perda de medidas e protege contra a obesidade. O estudo cita o vinho, em particular, como a melhor opção. A razão é simples: o ganho de peso pelo álcool tem mais a ver com o estilo de vida dos beberrões do que com a bebida em si. O consumo de cerveja geralmente vem acompanhado de comidas gordurosas e calóricas, sem contar que dificilmente se limita a um copo apenas.

É mais fácil, porém, manter o equilíbrio incluindo o vinho na sua dieta de maneira controlada.

Vinho te faz rir mais cedo

Enquanto as latinhas de cerveja apresentam em média 4,8% de teor alcoólico, a garrafa de vinho padrão, de 750ml, tem 13%. Se for Vinho do Porto, tradicionalmente mais forte, este percentual pode chegar a 20%. Então, qual dessas duas bebidas você acha que fará todo mundo se soltar mais rápido?

Antecipe a sua diversão e veja seus amigos ficarem alegres mais rápido do que nunca. É nessa hora que as pessoas soltam aquela pérola ou fazem algo que ficará para sempre registrado na memória do grupo (ou no YouTube) e será recontado em muitas festas futuras. Qualquer coisa que facilite isso é bem-vindo, na minha opinião, pois é quando todo mundo se solta que a diversão começa.

Vinho facilita o sexo

Em 2009, a Universidade de Florença conduziu uma pesquisa com 800 mulheres de idades entre 18 e 50 anos, sexualmente ativas e saudáveis. O estudo concluiu que mulheres que consumiam uma ou duas taças de vinho tinto por dia apresentavam apetite sexual maior e melhor desempenho na cama em comparação com as que se abstiveram da bebida. A questão é que o vinho reduz o estresse da mulher e aumenta seu foco no parceiro, além de estimular a circulação do sangue, inclusive nas áreas erógenas.

Vinho aumenta o seu status social

Infelizmente, o bom vinho ainda não é uma bebida tão popular quanto a cerveja. Mesmo que algumas barreiras venham sendo derrubadas com o passar dos anos, o estereótipo de “bebida elitizada” ainda é forte no Brasil.

Mas isso não deixa de ter o seu lado bom. Como poucas pessoas entendem de vinho, ou mesmo estão abertas ao seu consumo, isso se torna automaticamente um diferencial. Se você é adepto, pode se tornar quase uma “celebridade” dentro do grupo, uma referência entre os amigos, que passarão a vê-lo com outros olhos. Você fica mais elegante e inteligente. É uma experiência que simplesmente não se aplica à cerveja. Você se sente mais sofisticado. Ser um entendedor de cervejas impressiona; mas saber tudo sobre vinhos impressiona bem mais.

Fonte: https://papodehomem.com.br/