A forma como você trata garçons revela sua personalidade

A forma como você trata garçons revela sua personalidade. “A forma como as pessoas tratam um CEO não significa nada, dizem eles. Mas como tratam um garçom é como uma janela mágica para a alma.” – Del Jones.

“A Regra do Empregado de Mesa”, sugere que a forma como tratamos os garçons e garçonetes pode revelar muito sobre nossa personalidade. A maioria dos CEOs está de acordo com isso.

De acordo com Dr. Frederic Neuman da Psychology Today, a forma como a pessoa trata garçons deve ser considerada na escolha de um parceiro futuro.

A forma como as pessoas tratam os garçons pode revelar muito sobre sua personalidade. Não há nenhuma dúvida sobre isso. Para entender completamente os traços de personalidade, é preciso olhar para dois extremos opostos, aqueles que tratam garçons bem e aqueles que não o fazem. De cada comportamento, certos traços de personalidade podem ser inferidos. Isso é feito isso através da análise de cinco categorias.

Cuidado com as pessoas que têm um sistema de valores situacional

“Cuidado com as pessoas que têm um sistema de valores situacional, que podem ativar ou desativar o encanto, dependendo do status da pessoa com quem estão interagindo.” – Raytheon, CEO, Bill Swanson

O sistema de valores de uma pessoa é revelado por meio de seu comportamento. Os valores são algo que acabam por determinar o comportamento e influenciar as escolhas que as pessoas fazem. Muitas pessoas têm o que é conhecido como um sistema de valores situacional. Pessoas com tal sistema de valores irão tratar um garçom mal, simplesmente porque percebem que garçom é um papel subordinado. Seu caráter está em constante mudança com base no status. É condicional.

Por outro lado, os que não têm um sistema de valores situacional tratam as pessoas bem em todas as ocasiões possíveis. Seu comportamento é incondicional, não está em constante mutação.

Eles aceitam que cada pessoa tem uma história. O trabalho como garçom pode ser o único ganha-pão, ou talvez estejam trabalhando em dois empregos. Talvez estejam pagando por seus estudos. Seja qual for a situação, este tipo de pessoa permanece consciente do fato de que todos os seres humanos são iguais.

As pessoas que são rudes com os garçons não trabalham em equipe

Essas pessoas tendem a não serem colaborativas.

Tratar garçons como iguais e sempre ser gentil é um sinal de que a pessoa sabe trabalhar em equipe. Tais pessoas mostram respeito e recebem este respeito, por sua vez.

Não são grandes líderes

Ser rude com um garçom indica que uma pessoa não pode ganhar respeito facilmente. Em vez disso, essas pessoas exigem. Esta não é uma característica esperada em um líder.

Para aqueles com atitude oposta, ganhar respeito é fácil. Isto coloca estas pessoas em uma posição ideal para liderar.

As pessoas que tratam garçons com bondade são compassivas e empáticas.

Tratar garçons mal é um sinal de falta de compaixão e empatia. Por outro lado, tratá-los com gentileza revela uma compaixão incondicional e empatia pelas pessoas como um todo.

Todos são iguais

A maneira de interagir com garçons, e como tratá-los pode revelar muito sobre a personalidade de uma pessoa. É importante estar ciente de seu comportamento. Todo mundo é humano. Todo mundo é igual, não importa o status.

Fonte: osegredo.com.br