Descubra como é feita a uva passa

A uva passa definitivamente não é uma unanimidade.

Apesar de ter muitos apreciadores, há quem também não suporte este alimento. Talvez por não ter experimentado todas as possíveis combinações desta iguaria. Esta fruta seca combina perfeitamente com saladas, é indispensável para os adoradores dos panetones tradicionais, além de dar um toque de sofisticação ao arroz.

Apesar da polêmica em relação ao gosto da uva passa, a sua produção gera curiosidade tanto em que ama, quanto em quem odeia esta fruta seca. Gostaria de entender como é o processo de produção da uva passa? Então leia este artigo até o final.

Após ser colhida das parreiras, a uva é colocada em cima de uma malha, de forma parecida com o processo de secagem do café. As uvas escolhidas, de modo geral, são as que são saudáveis, porém, estão fora dos padrões estéticos de mercado em atributos importantes, como tamanho e cor, mas que ao passarem pelo processo de transformação em uva passa, estas frutas podem ser reaproveitadas, evitar o desperdício, e voltar a gerar valor para os produtores.

As uvas são mantidas em local apropriado para que estas fiquem secas, processo que dura, em média, de duas a três semanas, dependendo da temperatura. A uva deve ser exposta ao sol em toda a sua superfície, para que a secagem seja completa. Neste processo, a fruta fica mais escura, mesmo que sua variedade seja clara. Para saber se a secagem chegou ao fim, não é necessário nenhum equipamento especial, apenas o uso das mãos, que ao tocar a fruta deve perceber se ainda há suco nela, ou se a uva já está completamente seca.

O processo de secagem para que as uvas passas permaneçam claras (ou amareladas) é mais complexo. Neste caso, a secagem ao sol é descartada, e as uvas são levadas aos fornos.

As frutas são enxaguadas e um produto para tirar a oleosidade da sua película exterior é passado na uva, o que possibilita que esta desidrate de forma mais eficiente. A partir deste ponto, as frutas são colocadas em recipientes plásticos e estes, por sua vez, são inseridos em câmaras para que as frutas sejam submetidas ao anidrido sulfuroso, que mantém a cor original das uvas. Depois disso, finalmente, as frutas seguem para os fornos.  A temperatura nestes fornos normalmente atinge níveis maiores que 50 graus. Dependendo do calor do dia (e do forno), o tempo de secagem da uva passa clara pode levar cerca de 90h.

Ao final, as uvas, sejam claras ou escuras, são separadas pelas suas dimensões, enxaguadas, centrifugadas e, por fim, escolhidas. Um aparelho que usa o raio laser e outro que utiliza o raio X detectam as imperfeições. Finalizando o processo, as uvas passas são selecionadas manualmente, e embaladas para a comercialização.

 

 

Fonte: www.pantucci.com.br