Curiosidade sobre o queijo


Queijo não é só gostoso: também faz bem à saúde. 

É nutritivo e pode fazer as vezes de refeição em qualquer parte do dia, dependendo do tipo que você escolher. Além disso, é consumido insanamente no mundo inteiro… e não param de surgir “novos queijos” a cada ano: técnicas novas de fermentação surgem diariamente para mostrar que o universo delicioso dos laticínios não tem limites.

Somos apaixonados por queijos porque, além de deliciosos, eles nos surpreendem diariamente. São muitas as curiosidades acerca desse alimento que existe, pasme, muito antes das civilizações se formarem. Já falamos no blog sobre criações curiosas de alguns deles, como o gorgonzola, e continuaremos falando sobre as especialidades de cada um dos queijos do nosso rol de produtos. Enquanto isso, deleite-se com essas cinco curiosidades sobre queijo que podem mudar sua forma de ver (e comer!) esse alimento:

 CURIOSIDADES SOBRE O QUEIJO

  1. A idade do queijo é de, aproximadamente, seis mil anos! Sua origem é uma incógnita, mas estima-se que tenha surgido na região do atual Oriente Médio, por acidente. A lenda conta que um mercador árabe, ao sair para cavalgar por dias no deserto, levou uma bolsa com leite de cabra para matar a sede. Depois de alguns dias cavalgando sob sol escaldante, abriu a bolsa de queijo e teve uma grande surpresa: encontrou uma porção líquida esbranquiçada, o soro, e uma porção sólida, o queijo. O material da bolsa, feito de estômago de carneiro, o sol e os galopes do cavalo aceleraram o processo de fermentação do leite.
  2. Muita gente corta, erroneamente, todos os tipos de queijo da dieta. A menos que exista alguma alergia, é bom continuar consumindo o produto, que produz propriedades capazes de equilibrar a flora digestiva e reduzir a gordura corporal. Além disso, o queijo tem comprovadamente ação positiva contra diversos tipos de câncer, tais quais o câncer de mama, próstata e estômago, pois ajuda a inibir a proliferação de células mutantes nesses ambientes.
  3. No mundo, são produzidos anualmente 18 bilhões de quilos de queijo, o que daria um total de 2,8kg por pessoa no globo terrestre. Quem mais produz são os Estados Unidos, com 4,1 bilhões de quilos em produção anual – mas quem mais consome são os gregos. Por lá, o consumo chega a 27,6 quilos per capita ao ano, enquanto no Brasil esse índice não ultrapassa os 3 quilos.
  4. Se você quiser ir a um lugar onde tenha mais possibilidades de queijos para comer do que quantidade de dias no ano, vá à França. Se você comer um queijo diferente por dia, demorará cerca de dois anos para degustar todos, já que o país europeu tem nada menos do que 700 tipos de queijo em seu registro de patentes.
  5. Existe no mundo um “queijo proibido” – e quem faz cara feia para o mofo inocente dos queijos tipo gorgonzola não vai querer chegar perto do “proibidão” jamais: trata-se do Cazu Marzu, queijo feito com leite de ovelhas que contém larvas vivas. Inventado na Sardenha, Itália, é deixado em ambiente aberto para que moscas depositem seus ovos e, ao passar dos dias, o alimento se encha de larvas – que devem ser comidas junto ao queijo! Ele é proibido por questões óbvias, mas faz o maior sucesso no mercado negro. Você curtiria? Depois de uma dessas, o mofo para quem muita gente torce o nariz vira calda de chocolate…

Fonte: http://www.queijosaovicente.com.br