Conheça a famosa história do quentão

Conheça a famosa história do quentão 

Toda festa junina que se preze tem fogueira, quadrilha, milho verde e, claro, quentão! Conheça a seguir um pouco da história dessa famosa bebida de sabor marcante que ajuda a aquecer o corpo no inverno, animando as festas e quermesses do interior do país.

A ORIGEM DO QUENTÃO

Não existe consenso sobre a origem do quentão. Há quem diga que a bebida foi criada no interior de Minas Gerais e São Paulo, quando a população resolveu adicionar especiarias à cachaça para aquecer o corpo durante as festividades comemorativas dos três santos de junho: Santo Antônio, São Pedro e São João. Inclusive, o nome “quentão”, de acordo com Amadeu Amaral, folclorista e autor de “O dialeto caipira”, é de origem caipira.

Outros estudiosos da bebida ligam sua origem ao ciclo da cana-de-açúcar, ainda nos primeiros anos de colonização. O certo é que a produção canavieira e a dificuldade de acesso a outras bebidas destiladas permitiu a criação de uma bebida saborosa e tipicamente brasileira.

A COMBINAÇÃO DE SABORES INTENSOS

Por causa da imigração europeia em meados do século XX, o vinho quente também ficou conhecido como quentão, principalmente na região sul do Brasil. No entanto, o quentão tradicional era feito com cachaça, açúcar e especiarias trazidas da Ásia pelos portugueses no período de colonização: a canela veio do Sri Lanka, o cravo-da-índia veio da Indonésia e o gengibre, da China.

Existem algumas variações da receita de acordo com a região e a época. Algumas pessoas adicionam lascas de laranja e limão para acentuar o aroma, enquanto outros acrescentam frutas picadas, como no vinho quente. Nos dois casos, o sabor da cachaça não é prejudicado.

A MATÉRIA-PRIMA DE QUALIDADE

Com ou sem invencionices, o fato é que a cachaça é a grande protagonista do quentão, por isso, nem pense em preparar a bebida utilizando um produto de baixa qualidade. O ideal é a utilização de uma cachaça de boa procedência, preferencialmente de alambique, e a mais envelhecida possível. Lembrando que, mesmo no caso do uso de uma boa cachaça, é melhor não exagerar no consumo do quentão, não apenas pelo álcool, mas por causa das calorias acrescidas: um copo de 60ml da bebida pode chegar a 120 calorias.

Fonte: http://www.bebidaexpressblog.com.br/