Como escolher e calcular a bebida para o seu casamento

Como escolher e calcular a bebida para o seu casamento

A primeira coisa a saber, na hora de pensar nas bebidas, é o perfil, o horário e o clima do evento. Casamentos ao ar livre pedem por cervejas, espumantes ou drinks com frutas. Enquanto em eventos a noite, vale investir em bebidas mais encorpadas, como uísque e vinho.

É importante também harmonizar a bebida ao cardápio da festa.

Segundo o diretor da Múltipla Eventos, Vinicius Favale, o que está em alta hoje é oferecer uma variedade grande de bebidas que agrade a todos os paladares: drinks, caipirinhas, whisky, vinho, espumante, energético, cerveja, refrigerante, suco, entre outras. “Uma bebida não elimina a outra, a diversidade é o que vai atender melhor pessoas de diferentes estilos e gostos. A forma e o momento em que são oferecidas as bebidas é muito importante também.”

COMPRAR OU FAZER CONSIGNAÇÃO?

A dica é comprar a quantidade média do que geralmente é consumido, até porque ninguém quer ficar com garrafas sobrando! A consignação é uma ótima forma de economizar e previne qualquer problema, de sobra ou de falta. Funciona assim, se o cálculo de espumantes para sua festa for de, por exemplo, 120 garrafas em média, você poderá comprar 75 e deixar mais 75 em consignação. Nesse formato será pago apenas o que for gelado. Fique atenta a isso, mesmo que não consumidas, bebidas que vão para geladeira já entram na conta. Então é importante definir isso direitinho com o fornecedor e deixar que a assessoria confira isso no dia.

CALCULANDO A QUANTIDADE IDEAL

A quantidade de cada bebida vai depender diretamente do horário, duração da festa, variedade de bebidas e estilo de casamento. Outro ponto essencial é conhecer seus convidados. Cada turma tem um estilo e um comportamento. Talvez seja interessante dividir, bem por alto, seus convidados em: quem bebe pouco, quem bebe moderado e quem bebe bastante. Isso pode te ajudar a ter uma base. De qualquer forma, Segundo Claudia Matarazzo, em seu livro Casar Sem Frescura, essas são as quantidades, em média, mais adequadas para uma festa:

Espumante | 1 garrafa para duas pessoas, em eventos noturnos.
Vinho | 1 garrafa para cada duas a três pessoas. Geralmente acompanha apenas o jantar sentado. E depende muito do clima também! Em regiões mais quentes ou em casamentos em locais abertos e de dia ele não costuma ser servido, já no Sul do país, por exemplo, sua ausência é considerada uma falha!
Cerveja | 2 latas latas por pessoa, quando servido à vontade. 1 lata para 6 pessoas se for só para quem pedir;
Uísque | 1 garrafa para cada seis a oito pessoas. Quando há bar, esse consumo diminui um pouco;
Drinks | 1 garrafa de 750ml para cada quinze pessoas (se puder optar por um serviço de bartender, eles já vão fazer o cálculo necessário!)
Refrigerante | Em média 1 garrafa e meia de 300 ml para cada convidado;
Água | 1 garrafinha e meia para cada convidado. Na praia, o dobro;
Energético | 1 lata para cada três pessoas, já que nem todos bebem. Quem mais utilizará esse serviço, serão os consumidores de Whisky ou vodca.

Em celebrações evangélicas, não há o consumo de bebida alcoólica, então a quantidade de bebidas que não levam álcool deve ser calculada em dobro! A quantidade de canapés e doces também deve ser elevada!

Fonte: prontaparaosim.com.br