Benefícios do milho: Veja motivos para consumir o alimento

Dentro da categoria de cereais, o milho é um dos mais consumidos na nossa alimentação desde os primórdios da agricultura.

Aqui no Brasil, está entre os alimentos mais populares, especialmente em épocas de festas juninas e julinas, em que as suas mais diferentes variedades são utilizadas no preparo de pratos típicos, como canjica, farinha ou milho de pipoca.

Independente da variedade que você optar por consumir, que são inúmeras e espalhadas pelo mundo todo, o alimento é considerado extremamente nutritivo e benéfico à saúde, podendo tratar e prevenir diversos males que acometem o nosso corpo, dentre eles a diabetes e as doenças cardíacas.

Além disso, todas as partes do alimento podem ser utilizadas, até o mesmo o “cabelo de milho”, que você já aprendeu a preparar o chá em um dos nossos artigos aqui no blog. Os benefícios do cereal se devem aos diversos nutrientes presentes em sua composição, que incluem vitamina A, vitaminas do complexo B (como é o caso da B3, B5, B6 e B9), vitamina E, além de minerais como zinco, potássio, cobre, manganês, magnésio e fósforo, fibras, proteínas e carboidratos, que são essenciais ao bom funcionamento do corpo.

Quer saber mais sobre os benefícios do milho para a saúde? Então, continue lendo esse artigo até o final e descubra por que esse alimento não pode mais faltar na sua alimentação a partir de hoje. Vamos lá?!

Previne doenças cardiovasculares;

  • Controla a diabetes;

Os principais benefícios do milho observados no combate à doenças cardiovasculares estão ligados ao seu consumo em forma de óleo.

De acordo com alguns estudos, o óleo de milho é rico em propriedades antiaterogênicas, que ajudam a diminuir o excesso de colesterol das paredes vasculares, reduzindo de maneira eficiente os riscos de problemas de coração, entre eles, a aterosclerose, hipertensão, AVC, ataques cardíacos e derrames.

Isso porque o alimento possui uma ótima combinação de ácidos graxos, como é o caso do ômega 3, que são essenciais na redução do colesterol ruim (LDL), evitando assim a obstrução das artérias e redução da pressão arterial.

  • Melhora a digestão;

Rico em fibras, principalmente nas suas versões cozida e pipoca, o milho pode ajudar a melhorar o funcionamento do trato digestivo, já que esses nutrientes estimulam a proliferação de bactérias benéficas ao nosso intestino grosso.

Essas bactérias processam os ácidos graxos de cadeia curta, que são os principais responsáveis por fornecer energia às células intestinais e, portanto, auxiliam na redução do risco de doenças, incluindo o câncer de cólon.

Além disso, assim como todos os demais alimentos ricos em fibras, ao inserir o milho na sua dieta, é possível combater problemas como a prisão de ventre e quadros de diarreias.

  • Protege os olhos;

O milho também é um alimento rico em propriedades antioxidantes, como é o caso da luteína, carotenoides e zeaxantina, que podem oferecer uma série de benefícios à nossa saúde ocular. Em especial, os carotenoides estão presentes na variedade amarela do milho, sendo chamados mais popularmente de pigmentos maculares.

Portanto, como estes também estão presentes naturalmente na superfície interna da nossa retina, que é a parte dos olhos sensível à luz, esses nutrientes possuem o papel fundamental de protegê-la dos danos oxidativos causados pela luminosidade.

Inclusive, de acordo com alguns estudos, ao consumir o milho de forma regular na alimentação, é possível reduzir as chances de desenvolver doenças como a degeneração macular e a catarata, que costumam atingir mais pessoas idosas.

  • Ajuda a emagrecer;

Quando consumido com moderação, o milho pode ser o grande aliado que você estava procurando para incluir na dieta e mandar aqueles incômodos quilos extras que tanto incomodam para bem longe da balança.

Isso porque o cereal é rico em proteínas e fibras, nutrientes essenciais para aumentar a sensação de saciedade e, portanto, evitar que se consuma mais calorias ao longo do dia, o que o torna ideal para quem quer emagrecer com saúde e de forma rápida.

Outra vantagem do alimento neste sentido é que ele possui grandes quantidades de água, o que pode auxiliar no controle do peso por acrescentar mais volume à dieta sem precisar adicionar mais calorias. No entanto, como falamos anteriormente, para obter os benefícios do milho na perda de peso, é preciso consumi-lo com moderação.

Como ele é rico em carboidratos, contendo cerca de 31 gramas do nutriente em apenas um copo, um quarto da ingestão recomendada para um dia inteiro, o milho não pode ser ingerido de forma exagerada para evitar que eles se transformem em açúcares no sangue e, posteriormente, em gorduras acumuladas no corpo, o que ocasionaria no ganho de peso.

  • Faz bem para a pele;

A boa notícia para as vaidosas de plantão é que consumir o milho, principalmente na sua versão de amido, é que ele pode fazer muito bem à saúde e beleza da pele. Não é à toa que o amido de milho é bastante utilizado na fabricação de produtos cosméticos, podendo ser aplicado em sua forma in natura diretamente na derma para tratar erupções cutâneas e irritações.

Isso porque o alimento possui entre as suas propriedades a vitamina A, que é um nutriente rico em antioxidantes, como é o caso do betacaroteno, que pode combater os radicais livres causadores de problemas na derma, inclusive o envelhecimento precoce.

  • Fortalece o sistema imunológico;

Ainda por conta da vitamina A e seus antioxidantes, como é o caso do betacaroteno, o milho também pode potencializar o funcionamento do sistema imunológico, aumentando as defesas do nosso corpo contra uma série de doenças, inclusive a gripes e resfriados.

 

 

 

 

Fonte: tudoela.com