Curiosidade: Comemos Bacalhau no Natal por quê?

Curiosidade: Comemos Bacalhau no Natal por quê? 

Com batatas, com couves, com cenouras… Com tudo. O bacalhau é o rei dos peixes natalícios nas mesas portuguesas e brasileiras e a tradição remonta à Idade Média, época em que o calendário cristão determinava jejum obrigatório nas principais festas católicas – entre elas o Natal.

Como o jejum implicava não comer nenhum tipo de carne, nestas datas, as populações portuguesas (sobretudo as nortenhas), começaram a comer bacalhau, peixe que, entretanto, os espanhóis tinham começado a salgar, de forma a conseguir conservá-lo por mais tempo. A tradição manteve-se até hoje.

E como apareceu o peru na Consoada, então?
O hábito de comer peru no Natal veio dos EUA e chegou à Europa pela mão dos espanhóis.

Cristóvão Colombo conheceu esta ave quando chegou à América – como o descobridor achava que estava a chegar à Índia.

O peru ficou conhecido na Itália como ‘gallo d’Índia’ e na França, como ‘coq d’Índe’…

Pelo seu excelente sabor, o peru foi logo acrescentado à cozinha europeia, passando a ser o alimento predileto das grandes ocasiões (em 1549, foi oferecido à Rainha Catarina de Médicis, em Paris), como o Natal, nos dias de hoje.

Nos EUA, é o prato obrigatório no Thanksgiving (Festa de Ação de Graças).

Fonte: www.maiseducativa.com