A origem do rocambole

A origem do rocambole.

Existem várias versões sobre a origem desse doce. Sendo assim, fica difícil dizer com exatidão qual a mais assertiva. De certo mesmo é que todo mundo gosta deste doce que pode ser preparado em várias versões.

O Clube das Receitas pesquisou e descobriu uma das versões para explicar a origem desta iguaria. Vamos a ela;

Origem Do Rocambole que nasceu como Bûche de Noël

Bûche de Noël. Os dois símbolos estão bem fincados na tradição e, de certa forma, são complementares, já que o doce tem a forma de um tronco de árvore preparado com massa de pão-de-ló e cobertura, tradicionalmente glacê ao leite e licor Grand Marnier ou purê de castanhas ao chocolate. Tão variadas quanto às receitas e as decorações da iguaria sãos relatos sobre a origem do costume.
Uma das histórias famosas sobre esta sobremesa francesa está associada com o grande Napoleão Bonaparte da França. Ele emitiu uma proclamação, como por que, o povo de Paris foi obrigado a fechar as chaminés de suas casas durante os invernos. Pensou-se que a entrada de ar frio para dentro das casas estava causando disseminação de doenças e a proclamação foi orientada para a prevenção dessas doenças. Foi nessa época que Buche de Noel ou yule log bolo foi inventado em Paris. Como o uso de lareiras foi proibida, eles precisavam de algum tipo de símbolo tradicional que pudesse ser desfrutado com a família e amigos durante a época festiva que cai no inverno. Assim, este bolo tornou-se uma substituição simbólica em torno do qual a família poderia se reunir para contar histórias e outras atividades de férias.

Mas, no mundo da pâtisserie, os chefs têm suas convicções. Para Paul Bocuse, o apreciado bolo tipo rocambole surgiu em Lyon, (França) recheado com chocolate. Outros, porém, afirmam que tudo começou em Paris, com recheio de creme de manteiga com sabores como café, avelã e chocolate. Constam versões do bolo-tronco em outros países, como Inglaterra, Itália e Canadá (Quebec)

Por causa da personagem Rocambole, nasceu a palavra francesa rocamboles, que significa aventura fantástica. De rocamboles que surgiram a palavra portuguesa rocambolesco (acidentado, confuso, enredado; cheio de aventuras, peripécias e imprevistos)
Um homem de nome Rocambole, tendendo mais para bandido que mocinho, hábil no uso de mil faces e disfarces, mestre em maquinações e tramoias que tinham sempre como objetivo a busca de vantagens (pecuniárias ou não). Eis o protagonista do romance-folhetim As proezas de Rocambole, do francês Ponson du Terrail, publicado semanalmente no Jornal do Comercio do Rio de Janeiro a partir de 1859, trilhando no Brasil uma trajetória de sucesso. Em pouquíssimo tempo, as aventuras desse personagem passaram a sair diariamente em vários jornais da Corte, sendo sempre ansiosamente esperadas por leitores ávidos por acompanhar as peripécias do herói-vilão. O final de cada série, e a quase simultânea retomada de outra, atendendo aos pedidos, transformaram Rocambole em fenômeno de leitura mesmo em se tratando de uma sociedade majoritariamente analfabeta, como a brasileira do século XIX.
chegou a influenciar a própria língua portuguesa, transformando a expressão “rocambolesca” em sinônimo de delirante aventura, (enrolada como um bolo.)

 

Fonte: http://clubedasreceitas.net.br/